sábado, 4 de dezembro de 2010

Porto Seguro


O sorriso mais lindo, o olhar mais sincero, o meu porto seguro, a pessoa mais linda do mundo! (musica da Kelly Key, odeio ela, mas vamos combinar que cabe perfeitamente).
Quem mais poderia ser essa pessoa maravilhosa? Quem mais poderia ser essa pessoa tão importante? Quem mais poderia ser além da minha mãe? Quem mais faria qualquer coisa, venderia a própria alma pra me ver bem? Eu posso reclamar dela, posso querer mata-la as vezes(bem freqüentemente, na verdade), mas eu nunca poderia me imaginar com outra mãe sem ser ela. Não vou dizer que ela me fez ser o que sou hoje, porque eu não sou nada do que ela queria que eu fosse... Temos muitas coisas em comum mas ao mesmo tempo somos totalmente diferentes. Ela é uma pessoa forte, aguenta firme qualquer dificuldade e faz de tudo para enfrenta-la enquanto eu sento e espero alguma coisa acontecer. Ela gosta de terminar o que começou independente se gosta ou não daquilo, enquanto eu só termino o que me agrada. Ela não gosta de fazer as pessoas esperar, enquanto eu faço de tudo pra ver até quando aquela pessoa me espera. Ela odeia bagunça, enquanto eu desarrumo a casa inteira. Ela gosta de ordem, de mudanças, de surpresas. Enquanto eu continuo na minha adorada rotina. Ela reclama demais; quase tanto quanto eu, quer coisas de mim que são totalmente inúteis; Como obediência, respeito, comprometimento, e mais alguns blá blá blás. euaheuahuea . Eu queria que ela fosse um pouco mais compreensiva, que me mimasse mais e etc. Mas mesmo querendo essas coisas eu não mudaria nem um ponto e nem uma vírgula nela. Ela é teimosa e orgulhosa tanto quanto eu, mas nunca admite. Ela é tagarela e complicada tanto quanto eu, mas não admite. Ela adora Forfun mas não admite. Ela adora quando eu danço na frente da televisão e não deixo ela ver nada, mas não admite. Ela adora quando começo a puxar conversa no meio da madrugada, mas não admite. Ela adora quando acordo ela as 5 da manhã pedindo carona. Ela ama quando tento abraçar ela enquanto ela está irritada. Ela gosta demais quando fico andando atrás dela sem parar de falar um segundo pela casa inteira. Ela ama me chamar 500 vezes e ouvir nas 500 vezes o meu 'já estou indo'. Eu amo quando ela me perturba pra acordar cedo nas férias. Eu amo quando ela grita meu nome igual uma maluca. Eu amo quando ela me chama de abusada, amo quando tenta me bater e não consegue, amo quando não me deixa ouvir as minhas musicas no carro. Amo quando me deixa de castigo, amo quando fala a mesma coisa milhares de vezes, amo quando me xinga, me bate, me troca, me chantageia. Amo quando me manda sair do computador cedo, amo quando desconta sua raiva em mim sem motivo, amo quando joga minhas roupas no chão só pra eu arrumar o armário, amo quando briga comigo por não tirar o coco do cachorro. E essa é a prova mais linda e mais absurda de amor do mundo. Você amar a pessoa, tanto quanto ama suas qualidades e tanto quanto ama seus defeitos; Eu amo a minha mãe com tudo de bom e tudo de ruim que ela tem. Da mesma forma que eu sei que ela me ama do jeito que eu sou. Com todos os meus milhares de defeitos e umas cinco ou dez qualidades s2

Melhor amigo


Matheus Lelesk, mais conhecido aqui em casa como 'Sid'(sabe o Sid da era do gelo? então, inventaram o Sid pensando no Matheus- nada a ver com a personalidade, mas com o físico mesmo). Nos conhecemos a dois anos atrás e contamos pelo tempo do album da banda Forfun 'Polisenso', porque ? porque nos conhecemos quando foi lançado. Vou contar como. Eu estava andando com um amigo meu por uma praça daqui da cidade, ouvi a voz do Danilo Cutrim que considero o amor 'impossivel' da minha vida. Mas pensei: 'OH, não deve ser o Danilo, eu não conheço essa musica! ;O' como sou uma menina MUITO timida, fui perguntar pra ele quem estava cantando, e ele disse : Forfun. ah, ok, agora Forfun está lançando musicas novas *-* disse que não conhecia aquela musica e Matheus falou que era do novo album deles. Perguntei o nome do novo album e ele disse 'Polisenso', maaaneiro, nunca vou lembrar desse nome! mas por estranho que pareça, eu lembrei; Cheguei em casa, primeira coisa que fiz foi baixar o novo album. e depois, procurei aquela criaturinha estranhamente parecida comigo. Hoje confio nele pra tudo. Posso não ser boa amiga as vezes, mas sei que ele nunca vai duvidar do amor que sinto por ele. Posso contar nos dedos a quantidade de pessoas que confio de verdade, e sempre que conto, ele é o primeiro nome que eu falo. Foi a coisa mais impressionante do mundo, foi quando comecei a acreditar em destino, foi logo no começo que eu sabia que ele se tornaria tão especial quanto é hoje. Não posso dizer que considero ele como um irmão, por muitos motivos. Um deles é que nós NUNCA brigamos, e discussões bobas, nunca temos. Ele nunca me entende, mas sempre tenta ajudar, e de alguma forma, sempre consegue, mesmo não falando nada. Ele não faz parte da minha vida, ele faz parte de mim. Quando digo que não viveria sem ele, digo com todo meu coração e alma. Matheus, meu melhor amigo, minha metade s2