terça-feira, 12 de julho de 2011

Queria ter vivido numa época quando a frase "eu te amo" não era dita a qualquer um e já significasse que seria pra sempre. Queria ter vivido numa época quando achar sua alma gêmea ainda não era considerado impossível. Quando todos acreditavam no amor e em finais felizes. Quando as crianças faziam coisas de crianças e acreditavam em contos de fadas. Uma época quando respeito e honra vinham antes de dinheiro e sexo. Uma época quando o ser humano ainda era HUMANO. Quando ajudar os outros vinha antes de fazer por si próprio. Uma época que já foi e jamais voltará, sozinha.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Parece que todo esse tempo não me serviu de nada, e que todas as coisas que eu fazia pra tentar evitar isso, acabaram como inutilidades. Achei que se eu conseguisse enganar meu coração nunca mais ia gostar e muito menos sofrer por alguém. Mas chega um dia que você gosta de uma pessoa de forma inevitavelmente inteira que é impossível tentar enganar alguém. As pessoas ao seu redor, por mais que você negue, sabem que você está apaixonado. Os lugares, as músicas, os objetos e até as coisas mais simples do dia a dia te fazem lembrar dessa pessoa. Qualquer cheiro que você sente é como se fosse o cheiro que você sentia ao abraçar essa pessoa. Cada voz que você ouve, cada palavra, você deseja que fossem ditas por aquela pessoa. Cada gesto carinhoso que alguém te dá, você vai às nuvens só de IMAGINAR que podiam ser dessa pessoa. Me sinto melhor só de saber o que realmente sinto. Dizem que quando o sentimento é puro e verdadeiro, o mundo gira a favor dele. Espero que seja verdade. Porque o que eu sinto por você é isso, a coisa mais linda e verdadeira que eu posso sentir por alguém. Tomara que você acredite dessa que isso é o que eu sinto por você desde quando te conheci, até hoje. Nem mais, nem menos, porém forte o bastante pra não ser expressado direito com simples palavras.